Cidades

Desconfiada, população do Norte Araguaia vive nova expectativa para construção do sonhado Hospital Regional

Os dados técnicos apontam que a obra deve enfim sair do papel, mas o histórico mostra que a realidade é bem mais sombria

10/06/2022 19h01 | Atualizada em 11/06/2022 07h18

Na manhã desta sexta-feira (10.06),  o  governador Mauro Mendes autorizou, o início das obras do Hospital Regional do Araguaia, a ser construído no município de Confresa (a 1.160 km de Cuiabá), projetada pela Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT), a unidade hospitalar receberá o investimento de R$ R$ 116,7 milhões e conta com um cronograma de aproximadamente 22 meses de execução, com entrega prevista para 2024.

Desconfiada, a população da região, torce para que a obra aconteça de fato, os dados técnicos apontam que a obra deve enfim sair do papel, mas o histórico mostra que a realidade é bem mais sombria,  em 2014, o então governador Silval Barbosa lançou o edital para licitação do hospital, em cerimônia na Câmara Municipal de Porto Alegre do Norte, perante oito prefeitos, cerca de 30 vereadores e dezenas de populares. Na época Silval disse que a região Norte Araguaia teria hospital mais moderno da Amazônia,

Em 2016, o então governador Pedro Taques anunciou, durante o 8º Fórum Político do Estado de Mato Grosso, em Porto Alegre do Norte (a 1.100km de Cuiabá), que Silval não tinha feito a obra mas que seu governo construiria o Hospital Regional na cidade, para atender  a  antiga demanda da região. Taques foi embora e o Hospital nada de acontecer.

Eis que no final de 2021 na véspera do ano político, o atual governo liderado por Mauro Mendes retoma  o projeto e decide inclusive mudar de local, segundo a Secretaria de Estado de Saúde o projeto técnico entendeu que era melhor mudar para Confresa, mas fontes alegam que a referida mudança se deu mais por quesito político que técnico, ja que Confresa esta apenas 28 kms de Porto Alegre do Norte, porém tem quase 03 vezes mais eleitores que a cidade original do projeto. 

Agora em véspera eleitoral o governador Mauro Mendes, que mesmo não afirmando que será candidato a reeleição age como tal, realizou a assinatura da autorização de início das obras. Durante o ato, Mendes disse que para ele era uma felicidade estar aqui, em Confresa, pois "Este momento marca uma virada de página na história da saúde na região do Araguaia" e segundo ele o dinheiro para a obra do Hospital Regional do Araguaia está na conta, o prazo é de 24 meses e se a empresa vencedora da licitação fizer em 18 ou 12 meses, receberá em 18 ou 12 meses.  "Queremos uma obra com prazo e qualidade”, declarou ele durante a assinatura da autorização de início das obras.

O Hospital Regional do Araguaia será referência para sete municípios da região e contará com um total de 151 leitos, sendo 111 leitos de enfermaria e 40 leitos de UTI. A obra será feita pela Construtora Augusto Velloso S/A. Segundo a Secretaria de Estado de Saúde, o hospital também terá 10 consultórios médicos, 2 consultórios para atendimento a gestantes, 6 salas de centro cirúrgico, além de espaços para banco de sangue, banco de leite materno e realização de exames, como tomografia e colonoscopia.

De acordo com a assessoria, acompanharam o governador Mauro Mendes, durante a agenda, os senadores Fábio Garcia e Wellington Fagundes; os deputados federais Neri Geller, Nelson Barbudo e Juarez Costa; os deputados estaduais Dr. Eugênio, Max Russi,  Dr. João, Nininho e Xuxu Dal Molin; os secretários chefe da Casa Civil, Rogério Gallo, de Infraestrutura, Marcelo de Oliveira, de Comunicação, Laice Souza, de Educação, Allan Porto, de Ciência, Tecnologia e Inovação, Maurício Munhoz, de Gabinete de Governo, Jordan Espíndola, além de prefeitos e autoridades da região.

FONTE: Evandro Carlos com Assessoria

PUBLICIDADE