PUBLICIDADE
Educação

Secretário de Educação diz que pandemia causou uma “Tragédia” no ensino de Mato Grosso

De acordo com o secretário, cerca de 20% dos alunos matriculados na rede estadual de ensino desistiram dos estudos no ano passado.

26/01/2021 07h58 | Atualizada em 27/01/2021 11h21

“Tragédia”. É assim que o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, classificou as ações do ensino público de Mato Grosso, no ano passado. Para ele, a pandemia do coronavírus, que assola o Estado desde março de 2020, prejudicou muito a qualidade do ensino e ainda aumentou o índice de evasão escolar.

De acordo com o secretário, cerca de 20% dos alunos matriculados na rede estadual de ensino desistiram dos estudos no ano passado. “É um cenário crítico. O ano de 2020 foi de tragédia para a Educação do Estado de Mato Grosso, para o Brasil e para o Mundo. É um cenário muito ruim: 20% dos nossos alunos evadiram, mesmo tendo acesso à apostila ou à internet. Eles não acompanharam as aulas nem no sistema online ou apostilado”, disse.

A fim de evitar que o setor sofra ainda mais prejuízos neste ano, o secretário afirma que o Governo do Estado está tomando uma série de medidas, com o objetivo de garantir a qualidade e o acesso ao ensino, mesmo as aulas continuando a serem ministradas online. As aulas serão retomadas no próximo dia 8 de fevereiro, de forma não presencial, conforme foi definido pelo Executivo, na semana passada. Diante disso, os estudantes que não têm acesso à internet receberão apostilas.

“Essa decisão foi tomada em decorrência do aumento dos casos de Covid no Estado. Sabemos que o ambiente escolar é seguro, mas temos que nos preocupar com todo o movimento que isso gera em todo o Estado: no transporte escolar, no transporte escolar rural, na movimentação dentro das escolas”, completou Porto.

FONTE: Radio Eldorado FM 87, 9 com Diário de Cuiaba

Comente, sua opinião é Importante!

PUBLICIDADE